Leonardo Dicaprio e o Reconhecimento

Finalmente, após 5 indicações e 25 anos de carreira, Leonardo Dicaprio leva seu 1º troféu do Oscar pra casa!

Sim, todos concordam que o Léo já deveria ter levado esse prêmio pra casa há muito tempo. Sim, todos concordam que ele é um dos melhores atores de sua geração. Sim, todos concordam que apesar das indicações até hoje não terem virado prêmio, ele se superou ano após ano, nos brindando sempre com uma atuação melhor do que a outra.

Por que?

Talvez porque Léo saiba do seu talento.
Talvez porque Léo seja apaixonado por sua profissão.
Talvez porque Léo se sintisse desafiado cada vez que não levou o prêmio.
Talvez porque Léo seja humilde – e apesar de todo ser humano no mundo gostar de ser reconhecido – o gostar do que se faz fala sempre mais alto.
Talvez porque Léo não desistisse do seu sonho.

E é exatamente assim que funciona: trabalho duro, dedicação extrema e paixão pelo que se faz. O reconhecimento vêm à cavalo! 25 anos depois, 5 indicações depois, 3574875 filmes depois…. Não se preocupe, ele sempre vêm!

leoglobes3-xlarge.jpg

 

Dica de Programa: Wynwood Art Walk

Wynwood é um dos bairros mais descolados de Miami, com suas ruas recheadas de galerias de arte, lojas alternativas e as mais incríveis paredes grafitadas. E todo segundo sábado do mês ele é palco de um evento tão cool quanto a área: Wynwood Art Walk.

O Wynwood Art Walk é um evento que inspira e expira arte! As galerias ficam abertas até mais tarde, DJs tocam no meio da rua, pintores fazem seus quadros em cantos da calçada, músicos performam sua arte e, é claro, é um desfile de gente despretensiosamente descolada.

O “coração” do evento é no Wynwood Walls.

12665645_10153686633567713_389035040_n

Esse é o ponto central de Wynwood e também do Wynwood Art Walk, onde um bar e uma mesa de DJ são montados e as pessoas ficam circulando e apreciando o ambiente.

Esse vídeo mostra como o ambiente é um grande e delicioso lounge a céu aberto:

O ideal é ir lá sem um roteiro definido, ir entrando de galeria em galeria, de loja em loja, procurando um food truck que te agrade e de olhos bem abertos, apreciar tudo o que esse evento e esse bairro te proporcionam. Aposto que você sairá de lá cheio de inspirações e com as energias renovadas!

Dá uma olhada no que você pode encontrar por lá:

TITULO 1
As mais diversas comidas, desde árabe, passando por lagosta, indo pra opções de pizzas de forno a lenha e acabando com muitas opções de sobremesas, esses clássicos food trucks vão fazer você se sentir num filme norte-americano.

12736417_10153686633612713_83680071_n

Food Trucks + Ambiente Incrível

TITULO 2
Das mais variadas formas e cores: colagens, fotografia, pinturas, quadros, esculturas… Aqui vale de tudo! Mas independente da arte, todas elas têm em comum à pegada pop e moderna que eu particularmente amo.

TITULO 3
E não se deixe levar pelo preconceito de achar que aqui você só vai encontrar artesanato local ou artigos que você acha nos outlets: existem algumas lojas tão bacanas que você se pergunta porque não existem mais delas por aí.

TITULO 4
Essas fachadas demonstram como é incrível quando o comércio local tem a cara do bairro. Lojas comerciais fundem-se com arte, e dá vontade de entrar em todas!

TITULO 5
Artistas pintando, músicos tocando, cartazes de protesto, dançarinos performando entre os carros… Aqui vale de tudo, só não vale não se expressar!

TITULO 6
E, é claro, o movimento street art, que deu a cara de Wynwood, com sua arte no meio da rua: aqui cada parede se torna um grande quadro, um mais incrível que o outro! E ao andar entre as ruas, fique de olho: o Brasil está muito bem representado! Dentro outros artistas conterrâneos, Eduardo Kobra é um dos mais populares do momento, com suas cores e genialidade. Olha que demais essa parede que faz referência ao Star Wars e ao mesmo tempo traz uma mensagem super importante “Stop Wars!”


Wynwood… Como não amar?

Das coisas que temos que aprender com os norte-americanos

Ontem foi o SuperBowl (último jogo da temporada do campeonato nacional de futebol americano). Até aqui em Miami, onde o futebol americano não é tão popular quanto nos outros países, só se falava disso. Sports bars lotados. Doses duplas, telões. É quase um feriado. Mesmo quem não é fã de futebol americano (tipo eu) sabe sobre o SuperBowl. Não tem como ignorar, e não tem como não bater palmas pros norte-americanos que fizeram do SuperBowl um espetáculo tão grandioso. Eles sabem como fazer bem feito.

Se você não viu, vale a pena por no YouTube ou dar play nos vídeos abaixo. Não são sobre o jogo em si, mas sobre a celebração em torno do jogo. E é isso que faz do SuperBowl tão especial: não é apenas sobre o jogo.

É sobre o que, então?

1. Nacionalismo. Amor pela pátria.
Um dos pontos altos da noite é o hino. E é possível ver na cara das pessoas como ele é importante, como eles os respeitam. É de emocionar! E cantar o hino ao vivo pra milhões de pessoas não é tarefa fácil – Christina Aguilera já até esqueceu a letra de tão nervosa. Lady Gaga foi impecável, uma diva!

 

2. Show. Espetáculo. Música e performances de alto nível.
Esse ano era o aniversário de 50 anos do SuperBowl, por isso três artistas se apresentaram: Coldplay, Beyoncé e Bruno Mars. Apesar de Coldplay ser minha banda favorita, preciso admitir que eles ficaram apagados no meio das performances de Beyoncé e Bruno Mars. Mas o Chris Martin tocando piano é impossível resistir…

 

3. Propaganda criativa e impactante.
Afinal, é o comercial mais caro do mundo. E pra mim o prêmio desse ano vai pra Colgate. Mensagem importante passada de uma maneira diferente. O da PETA foi banido por seu conteúdo. Se você ver o comercial verá que não precisa maiores explicações.

 

E o mundo aguarda ansioso pelo próximo SuperBowl, edição 51.
Ah! E o resultado do jogo? Broncos 24 x 10 Panthers.