Café na cama

Já falei que amo café, né? Apesar de durante a semana ele ser mais corrido, nos fins de semana é quase um ritual: pão, ovos mexidos, café, suco e aquela mesa bonita posta na varanda.

Mas de vez em quando bate aquela vontade de fazer algo especial. E aqui vai minha dica: café na cama! Acho que peguei isso dos meus pais. Dia das mães, dia dos pais, aniversários… Era sempre café na cama! E aí acho que no meu inconsciente virou uma coisa especial. E é especial! Porque a pessoa que recebe já começa o dia bem, com mimos, com cuidados especiais. Mesmo que essa pessoa seja você mesma! De você pra você, por que não? Ou de você pros seus pais, pro seu amor… 

Olha que delícia, e ainda é mais uma desculpa pra ficar de preguiça na cama!

#SnapSave #LookDoDia

Faz tempo que eu não posto nada sobre moda e looks do dia aqui. Ando meio preguiçosa pra isso, aliado ao fato de que ando trabalhando muito de casa, só saio pra ir na academia e dar umas poucas voltas na rua. Também estamos em pleno verão em Miami, na fase de quanto menos roupa, melhor…

Sou meio de lua com isso de roupa. Tem dias que tô hippie, dias que tô rock… Mas no geral ando numa fase mais esportiva, optando por tênis, calças mais largas e principalmente conforto.

E mesmo optando por conforto, dá pra se vestir de forma legal e até pra sair à noite. Dá uma olhada no meu último look que roubei do snap…

Look do Dia

Achados em Miami: café melhor que o Starbucks!

Starbucks é uma das mais famosas redes de café do mundo e aqui nos EUA é uma tradição. Mas confesso que pra mim é mais um daqueles lugares que eu vou muito mais por causa da marca, do conceito e pelo fato de ter em cada esquina do que que pelo café em si. Acho o café caro e nada demais. Nunca acho nada tão gostoso pra comer. Mas continuo Starbucks Lover, vá entender…

E nessas andanças da vida descobri uma cafeteria muuuito melhor que o Starbucks: Alaska Coffee Roasting Co. Com 4,6 estrelas de reviews (o Starbucks aqui perto de casa é só 3,6, sabia?) e com um ambiente tão gostoso quanto o café e a comida, o Alaska ganhou meu coração! Não sei vocês, mas pra mim tão importante quanto a comida, é o ambiente… Em Fast Foods geralmente não como, passo no Drive Thru ou pego To Go!

Alaska CoffeeNo Alaska dá vontade de tomar café e ficar. E que café! Minha pedida geralmente é o café mocha e o croissant com presunto, queijo suíço, bacon e ovo mexido. Sim, eu chuto o balde! Vou tomar café e faço tipo um brunch, como tanto que fico sem fome até sei lá que horas, até pulo o almoço…

As tortas e doces de lá também são incrivelmente deliciosos, a formiguinha que mora em mim ama! Eu, que sou totalmente viciada em chocolate, amei a torta de banana, coisa bem rara de acontecer! Da última vez que fui provei o cheesecake de nutella e não consigo nem achar palavras pra descrever… É maravilhoso! E o bom de ser cheesecake é que não fica tão doce, não é tão enjoativo. E pra acabar com o papo de gordo, as pizzas de lá 13839707_10154089468672713_1829895190_otambém são muito boas! No forno à lenha e com massa fina, são do estilo da pizza do Supermercado Zona Sul.

Pra quem gosta de café, eles têm seus grãos próprios, moídos na hora. Tem sempre mil e uma opções de diferentes cafés de diferentes tipos. E você pode inclusive comprar os grãos (moídos ou não) pra levar pra casa!

Em relação à preço, o lugar não é tão barato mas também não é caro. Ele é bem equilibrado com o Starbucks… Eu tomei um café e comi um croissaint, meu marido tomou um café e comeu um croissaint e nós dividimos uma cheesecake de nutella (que foi totalmente olho gordo e acabamos levando pra casa metade) e a conta deu em torno de 25 dólares. Nada muito caro, se você for levar em consideração que isso praticamente foi nosso almoço, já que tomamos café tipo 11 e pouco e só fomos ter fome de novo lá pras 5 da tarde… E se você for pra comer pizza sai tudo mais em conta ainda!  Pra mim que acho café da manhã um must have no final de semana, super vale a pena.

O Alaska Coffee Roasting Co fica em North Miami, umas 50 ruas mais pra sul do Aventura Mall, no endereço 13,130 Biscayne Blvd. Pra encerrar esse post, mais algumas fotos do Alaska pra vocês:

3 passos para decorar seu hall de entrada

Tô numa fase decoração. Estamos “reformando” o apartamento (leia-se: nos virando no 30 pra deixar mais a nossa cara gastando o mínimo possível) e talvez esse seja um assunto recorrente no blog. Nada mais gostoso do que cuidar de cada detalhe de seu apartamento, deixar ele do jeitinho que você sonhou… É quando a casa da gente realmente ganha o sentido de lar. Tô amando!

Esse fim de semana foi de muitas mudanças no apartamento, começando pelo hall de entrada. Ele sempre foi um canto todo branco, estreito e sem graça. E é por ali que todo mundo entra, então por não já começar com o pé direito?

Os halls de entrada normalmente são pequenos e locais de passagem, então não é legal encher de coisa. São realmente detalhes que fazem a diferença. No meu, apostei em três passos:

Três passos para decorar seu hall de entradaTitulo Cabideiro

Cabideiro de RemoO cabideiro de Remo é da Urban Outfitters e foi comprada pelo Celo há um tempão atrás, quando ele ainda morava no campus. A loja da Urban Outfitters é incrível para coisas de casa – um pouquinho carinha – mas com itens com um design incrível. Esse cabideiro na época custou uns 40 dólares. Nada absurdo, mas nada muito barato.. Ele tava perdido no nosso quarto, sem muito destaque. E achamos ele tão legal que resolvemos colocar no hall de entrada, até porque é super funcional.

Em cômodos pequenos como o hall de entrada, é importante ter algumas peças funcionais pra não ocuparmos o espaço “a toa”. Esse cabideiro lindo e funcional encaixou perfeitamente! Achei algumas opções de cabideiros de remo aqui e aqui.

 

Titulo Tapete
Tapete

Não faço idéia do porquê, mas no meu prédio é proibido capacho do lado de fora do apartamento. Acho tão fofinho e sempre fui meio frustrada por não poder dar “as boas vindas” pra quem vinha me visitar.

Até tentei colocar um capacho pro lado de dentro do apartamento, mas o tico e o teco esqueceram de pensar que ele é alto – e atrapalhava na hora de abrir a porta.

A solução foi colocar esse tapete fininho e super colorido que comprei na Five Below, uma loja de bugigangas de até 5 dólares que sempre têm alguns achadinhos de decoração. Quando compro uma coisa bonita e super barata, fico feliz em dobro. Dá pra fuçar as coisas da loja clicando aqui, mas eles não fazem venda online.

 

Titulo Detalhes na Porta.png
PortaEu contei aqui nesse post sobre o meu primeiro projeto Do It Yourself, que foi a minha porta. Comprei fita adesiva preta por 3 dólares e colei cruzinhas por ela toda. No final, acabei tirando várias, deixando um pouco mais espaçado.

O “Welcome Aboard” nós compramos no Wish, meio no chute, por 1 dólar. Chegou ontem. Foi uma daquelas compras que você compra meio no impulso (“Ah, é só um dólar”) e que pode dar super certo ou super errado. Chegou, gostamos, mas não sabíamos aonde colocar. Eu já queria colocar algo pendurado na maçaneta da porta, e puft, ficou perfeito!

O Celo acha que atrapalha um pouco na hora de abrir – homens não têm paciência! Eu amei. Você acha várias opções dessas plaquinhas aqui. Nós compramos a menor.

Então, resumindo, pra todo hall de entrada o que gastamos foi:

Custo Decoração Hall de Entrada

Achei bem justo e fiquei super feliz com o resultado. Já entro em casa sorrindo. Acho que isso já justifica tudo, né?

Hall de Entrada

 

Em cada canto um encanto

Sai da minha cidade natal, Porto Alegre, com 9 anos. Não me lembro muito de como era a vida lá. Mas me lembro que sempre andei por aí observando tudo. Tenho olhos de turista. Em Miami não é diferente…

As pessoas andam rápido, com o celular na mão, alheios ao que acontece à volta. Também ando rápido. Também tenho o celular sempre à mão. Mas presto atenção em tudo. Pelas ruas, sempre me surpreendo.

Em cada esquina, um encanto. Ando por aí procurando flores, cores, amores. Lugares que chamem atenção logo de cara. Lugares que passariam despercebido, mas tem detalhes que fazem suspirar. Sem procurar o feio, apenas o bonito. Desse jeito, minha vida ganha mais inspirações…

Achados em Miami: Japa do jeito que brasileiro gosta!

A grande maioria dos brasileiros é viciado em japonês. No Rio, tem um em cada esquina. Koni, rodízio, a lá carte, buffet.

Aqui em Miami é muito comum buffets que misturam comidas japonesas e chinesas, mas achar um bom restaurante japonês é caro. E eles são bem diferentes dos que temos no Brasil, com nosso tradicional Hot Filadélfia, entre outros.

Depois de muito procurar… Achei uma ótima opção pra matar a saudade do japa a la Brasil: O restaurante Asaka, em Aventura!

Japa night


O restaurante fica num shopping que tem Home Goods e Micheals, pouco depois do Aventura Mall. O restaurante é pequeno e aconchegante. Só japa trabalha lá. De público você encontra famílias e sempre algum brasileiro. Nada muito chique, nada muito pobre. O ideal pra um jantar casual. 
O que tem no cardápio?

Bagel Roll é o nosso Filadélfia. Cream cheese, salmão cru, abacate enrolados no arroz e na alga. Aqui eles amam abacate. 

Bagel Roll


O Tempura Bagel Roll é o nosso Hot Filadélfia. Salmão e cream cheese enrolados no arroz e alga empanados. Sem abacate!

Tempura Bagel Roll

 
E o Shrimp Tempura Roll é tipo nosso hot Filadélfia de camarão. Camarão empanado no Roll. Não tem cream cheese mas eles colocam uma maionese e um molho que super combinam. E abacate.

Shrimp Tempura


Pra completar o jantar, pedimos Fried Calamari (ou lula a dorê) de entrada e bebemos uma garrafa de 375ml de sakê.


A conta? 50 dólares no total, pros dois, incluindo a gorjeta – obrigatória nos EUA. 25 dólares por pessoa com entrada, prato principal e bebida. Tudo gostoso é ótimo atendimento. Achei justo! Matei meu desejo de japa e saí feliz da vida.

O endereço do Asaka é Promenade Shops, 20355 Biscayne Blvd, Miami, FL 33180

Ame alguém que te faça dividir sonhos

Amar é dividir a casa, o quarto,  conta bancária. Amar é investir tempo, dinheiro, noites mal dormidas. Amar é compartilhar a vida, a rotina, os medos. Mas e os sonhos?

Maos DadasDividir planos não é dividir sonhos. As pessoas planejam comprar uma casa, planejam ter filho, planejam uma viagem. É o sonho dele, é o sonho dela, calhou deles sonharem igual. Mas e se ele sonhar em ser um jogador de futebol e com isso tiver que se mudar de ano em ano, fazendo ela largar amigos, emprego, família? E se ela sonhar em uma festa de casamento gigante, daquelas que você gasta o que tem e o que não tem e fica mais 3 anos pagando as dívidas? E se ele sonhar em passar a vida trabalhando como voluntariado? E se ela sonhar em quebrar todas as regras, raspar o cabelo, ir contra à sociedade?

Os sonhos dela têm que ser seus. Os sonhos dele têm que ser seus. São os sonhos de vocês.
Ame alguém que te faça dividir sonhos. É correndo atrás dos sonhos, juntos, que a vida vale a pena. E andar acompanhado é muito melhor do que andar sozinho! Dê as mãos… E sonhe junto!