Leonardo Dicaprio e o Reconhecimento

Finalmente, após 5 indicações e 25 anos de carreira, Leonardo Dicaprio leva seu 1º troféu do Oscar pra casa!

Sim, todos concordam que o Léo já deveria ter levado esse prêmio pra casa há muito tempo. Sim, todos concordam que ele é um dos melhores atores de sua geração. Sim, todos concordam que apesar das indicações até hoje não terem virado prêmio, ele se superou ano após ano, nos brindando sempre com uma atuação melhor do que a outra.

Por que?

Talvez porque Léo saiba do seu talento.
Talvez porque Léo seja apaixonado por sua profissão.
Talvez porque Léo se sintisse desafiado cada vez que não levou o prêmio.
Talvez porque Léo seja humilde – e apesar de todo ser humano no mundo gostar de ser reconhecido – o gostar do que se faz fala sempre mais alto.
Talvez porque Léo não desistisse do seu sonho.

E é exatamente assim que funciona: trabalho duro, dedicação extrema e paixão pelo que se faz. O reconhecimento vêm à cavalo! 25 anos depois, 5 indicações depois, 3574875 filmes depois…. Não se preocupe, ele sempre vêm!

leoglobes3-xlarge.jpg

 

Dica de Miami: Restaurante Lagniappe

Um ambiente rústico, informal, acolhedor e cheio de charme: assim é o restaurante Lagniappe em Midtown, Miami. Com programação diária de música ao vivo, um mundo de opções de vinhos (tintos, brancos, rosés, champagnes…), queijos, pães e entradas maravilhosas pra harmonizar com o vinho escolhido e um menu seleto, mas ainda assim delicioso!

1 O RESTAURANTE

Ao entrar, parece que nos transportamos pra um ambiente no passado: a decoração é rústica e descombinada. Sofás antigos, mesas de madeira e muitos tijolos completam o ambiente. O clima é totalmente informal: na parte de dentro não existem mesas, são apenas sofás, bancos, poltronas e algumas mesinhas de apoio.

2 ESCOLHA DOS VINHOS

Para os adoradores de vinhos, o Lagniappe satisfaz todos os gostos: com variadas opçõesd e tipos (branco, rosé, tinto…) e preços. Com taças a partir de U$8, e garrafas variando de U$24 até U$80.

3 COMER

De entrada, escolhe-se queijos e frios de seu gosto, que vêm acompanhados de uma cesta de pães, azeitonas e pastinhas. Pra comer, apesar dos pratos serem ótimos, não há muita variedade: escolhe-se a proteína (peixe, frango, carne vermelha ou uma opção para vegetarianos) e ela vêm acompanhada de salada e pão de milho. Além do cardápio limitado, você deve ir até o balcão, pedir seu prato, pagar e depois voltar pra buscar, tipo praça de alimentação de shopping center. O preço é U$14 dólares por prato, e o jantar vêm em pratos descartáveis e com talheres descartáveis. Nada fino, mas super gostoso!

4 VARANDAvaranda

Meu lugar favorito do restaurante é a varanda: com mesas e cadeiras de diferentes formatos e cores – aqui fica claro que o ambiente é tão despretensioso e descombinando e que esse é seu charme, árvores, luzes e se o clima estiver bom, até música ao vivo do lado de fora.

5 MUSICA

local da banda.jpg

Sim, música ao vivo. Todo dia têm e sempre uma programação diferente. Nos dias mais frios ou chuvosos, a banda fica num aconchegante cantinho na parte de dentro. Nas deliciosas noites de verão, do lado de fora. Achei um vídeo antigo mas que dá pra ter uma boa idéia do ambiente.

 

Pra ter um encontro romântico e informal, pra bater um papo com as amigas, pra comemorar um aniversário ou só pra conhecer um lugar diferente, o Lagniappe é uma ótima opção pra quem tá em Miami, quer um clima gostoso sem muita pompa e sem gastar muitos dólares!

O restaurante abre todos os dias, a partir das 7pm e fica no endereço: 3425 NE 2nd Ave, Miami FL 33137. Mais informações em: http://www.lagniappehouse.com

Dica de Programa: Wynwood Art Walk

Wynwood é um dos bairros mais descolados de Miami, com suas ruas recheadas de galerias de arte, lojas alternativas e as mais incríveis paredes grafitadas. E todo segundo sábado do mês ele é palco de um evento tão cool quanto a área: Wynwood Art Walk.

O Wynwood Art Walk é um evento que inspira e expira arte! As galerias ficam abertas até mais tarde, DJs tocam no meio da rua, pintores fazem seus quadros em cantos da calçada, músicos performam sua arte e, é claro, é um desfile de gente despretensiosamente descolada.

O “coração” do evento é no Wynwood Walls.

12665645_10153686633567713_389035040_n

Esse é o ponto central de Wynwood e também do Wynwood Art Walk, onde um bar e uma mesa de DJ são montados e as pessoas ficam circulando e apreciando o ambiente.

Esse vídeo mostra como o ambiente é um grande e delicioso lounge a céu aberto:

O ideal é ir lá sem um roteiro definido, ir entrando de galeria em galeria, de loja em loja, procurando um food truck que te agrade e de olhos bem abertos, apreciar tudo o que esse evento e esse bairro te proporcionam. Aposto que você sairá de lá cheio de inspirações e com as energias renovadas!

Dá uma olhada no que você pode encontrar por lá:

TITULO 1
As mais diversas comidas, desde árabe, passando por lagosta, indo pra opções de pizzas de forno a lenha e acabando com muitas opções de sobremesas, esses clássicos food trucks vão fazer você se sentir num filme norte-americano.

12736417_10153686633612713_83680071_n

Food Trucks + Ambiente Incrível

TITULO 2
Das mais variadas formas e cores: colagens, fotografia, pinturas, quadros, esculturas… Aqui vale de tudo! Mas independente da arte, todas elas têm em comum à pegada pop e moderna que eu particularmente amo.

TITULO 3
E não se deixe levar pelo preconceito de achar que aqui você só vai encontrar artesanato local ou artigos que você acha nos outlets: existem algumas lojas tão bacanas que você se pergunta porque não existem mais delas por aí.

TITULO 4
Essas fachadas demonstram como é incrível quando o comércio local tem a cara do bairro. Lojas comerciais fundem-se com arte, e dá vontade de entrar em todas!

TITULO 5
Artistas pintando, músicos tocando, cartazes de protesto, dançarinos performando entre os carros… Aqui vale de tudo, só não vale não se expressar!

TITULO 6
E, é claro, o movimento street art, que deu a cara de Wynwood, com sua arte no meio da rua: aqui cada parede se torna um grande quadro, um mais incrível que o outro! E ao andar entre as ruas, fique de olho: o Brasil está muito bem representado! Dentro outros artistas conterrâneos, Eduardo Kobra é um dos mais populares do momento, com suas cores e genialidade. Olha que demais essa parede que faz referência ao Star Wars e ao mesmo tempo traz uma mensagem super importante “Stop Wars!”


Wynwood… Como não amar?

Looks da Semana

Mais uma semana termina e lá vamos nós dar uma desacelerada na rotina, tirar o salto alto (talvez, quem sabe), trocar a cor do esmalte e saborear a delícia que é não ter hora pra acordar!

Aqui em Miami fez muito frio essa semana, mas São Pedro está de bom humor e as previsões pro final de semana são da temperatura esquentar. Quem sabe o look do dia não vira um biquini?

Looks Semana 2

Falem mal mas falem de mim

Existem 3 motivos essenciais para justificar que você pelo menos tente não falar mal dos outros.

1. É feio, a sua mãe diria. Todo mundo faz, mas não é por isso que o comportamento deve passar como correto.

2. Falar mal de alguém revela mais sobre a SUA personalidade do que a da pessoa mal falada. Pensa comigo: se você está comentando com amigos algo não agradável sobre outro que não está presente, o que isso diz sobre o SEU comportamento?

3. A pessoa mal falada sempre acaba sabendo. Alguém sempre conta ou deixa escapar numa conversa despretensiosa. E daí a vida se engaja num comportamento adolescente que envolve desapontamento com quem falou (“poxa, eu nunca ia imagina Fulano dizendo isso de mim”), questionamento da autoestima (“será que eu sou mesmo tudo o que Fulano falou?”) e uma espiral de teorias conspiratórias sobre seu próprio comportamento (“mas o que será que eu fiz pra pensarem isso de mim?”).

Eu faço, tu fazes, ele faz. Mas nós não deveríamos fazer.

Via: Gabi Chanas